Terceira colocada em pregão vai assumir manutenção e limpeza da FreeWay

Empresa paranaense Neovia arrematou o pregão ao garantir a realização das obras por R$ 90,8 milhões, 27% abaixo do valor de referência da licitação

Com as duas primeiras desabilitadas, a terceira colocada no pregão eletrônico aberto pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) vai assumir os serviços de manutenção e limpeza da FreeWay – trecho de 98 quilômetros da BR-290 que liga Porto Alegre a Osório. A empresa paranaense Neovia Engenharia venceu a licitação ao apresentar todos os documentos necessários para execução do serviço.

O nome da futura prestadora vai ser publicado no Diário Oficial da União (DOU) até segunda-feira. Depois disso, a estimativa é de que os trabalhos comecem dentro de uma semana. O contrato não prevê serviços de guincho, nem de socorro médico.

Conforme o Dnit, a Neovia arrematou o pregão ao garantir a realização das obras por um valor de R$ 90,8 milhões, 27% abaixo do valor de referência da licitação – que era de R$ 124,8 milhões. As empresas mineiras LCM Contruções e Comércio, que havia ficado em primeiro, e Pavidez Engenharia Ltda, segunda colocada, foram desclassificadas por falta de documentação.

Ao todo, 26 empresas registraram propostas e 22 participaram do pregão, na primeira semana de agosto. No Rio Grande do Sul, a Neovia já presta serviços semelhantes, em outras rodovias, por meio da societária Técnica Viária Construções Ltda.

Desde 3 de julho, com o fim da concessão da Triunfo Concepa, a FreeWay não vem cobrando pedágio e passou a ser gerida pela União, por meio do Dnit.

Já os trechos da BR-116 e da BR-290, em mais 23 quilômetros que eram concedidos à FreeWay em Guaíba e Eldorado do Sul, serão assumidos pela Compasul, que também venceu um pregão eletrônico em separado.

 

Rádio Guaíba

Guilherme Testa/CP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *