MPRS ADERE À CAMPANHA NACIONAL SOBRE VIOLÊNCIA PSICOLÓGICA CONTRA A MULHER

Destaques Geral Polícia

A Comissão Permanente de Combate a Violência Doméstica contra a Mulher (Copevid) lança na segunda-feira, 1º de agosto, a campanha Toque de Amiga. A Copevid é uma das sete comissões que compõem o Grupo Nacional de Direitos Humanos, órgão do Conselho Nacional de Procuradores-Gerais de Justiça.

Conforme a coordenadora do Grupo Especial de Prevenção e Enfrentamento à Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher do Ministério Público do Rio Grande do Sul (Gepevid), Carla Frós, o objetivo da campanha, a qual o MPRS aderiu, é chamar a atenção para a temática da violência psicológica, por meio da sensibilização do público para as características desse ato criminoso, como ocorre e como denunciar.

O lançamento da campanha Toque de Amiga acontecerá a partir das 9h de forma online durante o evento “Ciclo de Diálogos Sobre a Lei Maria da Penha”, que será transmitido pelo YouTube. Clique aqui para acompanhar o evento.

COPEVID

Criada em 2011, a Copevid funciona em forma de colegiado, com promotores e procuradores de Justiça e da República de todos os estados da Federação que atuam em promotorias, núcleos e centros de apoio com atribuição no combate a violência doméstica e familiar. As reuniões da comissão são periódicas e entre suas atribuições está a elaboração de enunciados destinados a unificar e padronizar os entendimentos do Ministério Público em todo o território brasileiro na matéria.

Na última reunião, realizada em Vitória, no Espírito Santo, a Copevid definiu novas metas de trabalho, entre as quais a fiscalização da aplicação das medidas protetivas, medidas educativas nas escolas localizadas nos bairros com maior índice de violência doméstica das capitais e o aperfeiçoamento da atuação do Ministério Público e polícias civil e militar no enfrentamento à violência doméstica e familiar contra a mulher. A reunião contou com a participação da promotora de Justiça Valdirene Jacobs, integrante da Copevid representando o MPRS.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.